Jesus, o Filho

15 Set - 30 Out 2022

Jesus, o Filho

Texto e encenação Elmano Sancho

©Pedro Macedo - Framed Photos

Sinopse

Datas e Horários

15 SET a 30 OUT
Qua a Dom 19:00

Sala e Preços

Sala Estúdio
9€ a 12€
Informação

Classificação

M/16

O espetáculo “Jesus, o Filho” retrata o transtorno “hikikomori”; o isolamento, a exclusão social e a morte (in)voluntária. A vida é uma sucessão de perdas: dos sonhos, da coragem, da identidade, da liberdade.
O agressor da sociedade positivista contemporânea tornou-se invisível: Jesus foge e refugia-se em casa. Mas haverá um lugar seguro?
Este último texto da trilogia A Sagrada Família de Elmano Sancho (“José, o Pai”, “Maria, a Mãe” e “Jesus, o Filho”) é um “apokálypsis” (revelação, em grego), um auto da fé, uma imolação, um cerimonial poético-perverso sobre a despedida, o fim e a salvação.
Jesus, o Filho, sacrifica-se na esperança de se (nos) salvar; o sacrifício materializa-se através da confissão e do abandono progressivo do discurso. O espetáculo apresenta, como estrutura dramatúrgica/cénica, os passos da confissão: o exame de consciência, o arrependimento, a confissão e o cumprimento da penitência. O sacrifício íntimo de Jesus, o Filho, no espaço público da cena, é o ato de rebelião esperado; o combate para recuperar a identidade perdida no massacre desleal da vida quotidiana. Mas, redentora, a confissão não perde nunca a faceta dura do interrogatório: a exposição, a humilhação e a violência.

Ficha artística

Texto e encenação Elmano Sancho

Com Elmano Sancho, Joana Bárcia, Vicente Wallenstein e Ruy de Carvalho (voz-off)

Cenografia Samantha Silva

Desenho de luz Pedro Nabais

Figurinos Ana Paula Rocha

Assistência de encenação Paulo Lage

Coprodução Teatro da Trindade INATEL, Loup Solitaire, Casa das Artes de Famalicão, Teatro Municipal de Bragança

Projeto financiado pela Direção-Geral das Artes

 

CONVERSA COM O PÚBLICO
2 OUT /Dom. após o espetáculo

 

DESCARREGAR A FOLHA DE SALA