Maria, a Mãe

12 Nov 2020 - 10 Jan 2021

Maria, a Mãe

Autoria e Encenação Elmano Sancho

©Pedro Macedo - Framed Photos

Sinopse

Datas e Horários

12 NOV a 10 JAN*
Qua a Dom 19:00

*de 23 Dez a 6 de Jan não há espetáculo

Sala e Preços

Sala Estúdio

Classificação

M16

9 JAN – NOVO HORÁRIO 11H30
10 JAN – ESPETÁCULO CANCELADO

 

Face ao anúncio da renovação do Estado de Emergência, a sessão do espetáculo “Maria, a mãe” prevista para o dia 10 de janeiro foi cancelada. Já a sessão de sábado, dia 9 de janeiro, decorrerá às 11h30. Os bilhetes já adquiridos para esta sessão permanecem válidos para o novo horário e para os lugares selecionados, pelo que não será necessário proceder a trocas.

Os bilhetes adquiridos para qualquer um destes dias podem ser trocados para outras sessões disponíveis. Em alternativa, os espectadores podem pedir o reembolso, até ao dia útil seguinte da data validade dos ingressos. As trocas e devoluções deverão ser realizadas nos pontos de venda onde os bilhetes foram adquiridos. 

 

Agradecemos a compreensão.

 

 

_______________________

 

 

A Sagrada Família, caixa retangular de madeira onde se encontram as imagens de José, Maria e Jesus, é um pequeno oratório portátil. Na porta lateral esquerda estão escritos os nomes dos assinantes que pretendem acolhê-la em casa e seguir os ensinamentos da família de Nazaré. O culto remonta ao século XV e existe de forma residual em algumas aldeias do país. Este oratório é o elemento cénico comum aos três textos que integram A Sagrada Família de Elmano Sancho: José, o pai; Maria, a mãe; Jesus, o filho.

Maria, a mãe, segundo texto da trilogia sobre a família, é um texto sobre a perda, a dor, a solidão, a velhice, o esquecimento e a morte.

Ficha artística

Autoria e Encenação Elmano Sancho

Com Custódia Gallego, Elmano Sancho, João Gaspar e Lucília Raimundo

Espaço Cénico Samantha Silva

Figurinos Ana Paula Rocha

Assistente de Figurinos Carolina Furtado

Desenho de luz Rui Monteiro

Assistente de iluminação Teresa Antunes

Espaço sonoro Frederico Pereira

Fotografia Sofia Berberan

Assistente de encenação Paulo Lage

Apoios Direção-Geral das Artes (DGArtes), Fundação GDA, Câmara Municipal de Lisboa / FES CULTURA – Projetos, Deixa o Amor Passar e Acegis

Coprodução Teatro da Trindade INATEL, Loup Solitaire e Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão

 

DESCARREGAR FOLHA DE SALA

 

 

DATAS E LOCAIS DE DIGRESSÃO:

22 e 23 jan 2021
Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão

28 jan 2021
Teatro das Figuras (Faro)

5 e 6 fev 2021
Teatro Baltazar Dias (Funchal)

11 fev 2021
CineTeatro Avenida (Castelo Branco)

19 fev 2021
Teatro Diogo Bernardes (Ponte de Lima)